Ads Top

Medidas de segurança para adotar no e-commerce

Nas lojas virtuais transitam milhares ou até mesmo milhões de informações pessoais dos clientes. São algumas delas: endereços, número do cartão, número da conta, produtos que foram consumidos, etc.

Este tipo de informação nas mãos de criminosos pode prejudicar os seus clientes, fazendo compras não autorizadas em sites vulneráveis, além de prejudicar a sua loja. Afinal, sofrerá com o cancelamento das vendas e terá que arcar com o prejuízo dos produtos que foram entregues. Por isso é importante ter serviços que validem as informações do usuário e que façam a detecção de fraudes.

Pensando nisso eu separei alguns cuidados que você deve ter!

A importância do banco de dados

A maioria das plataformas de e-commerce utiliza o banco de dados MySQL, devido à sua estrutura de dados e versatilidade. A sua capacidade de processamento de dados e imagens é incrível, porém, como todo sistema está suscetível a falhas.

O banco de dados precisa ser seguro para proteger as informações dos usuários e as demais informações da loja virtual. Mas, ainda assim o banco de dados pode ser comprometido e você pode perder todas as informações. Por isso é importante ter um backup de todas as suas informações. Caso os gestores da loja virtual não tenham tomado este cuidado, será necessário recorrer à uma ferramenta de recuperação de dados.

Vou explicar um pouco mais a sobre o funcionamento e como recuperar os dados do banco de dados da sua loja virtual.

O que é um banco de dados MySQL?

MySQL é um sistema de gerenciamento de banco de dados relacional baseado em SQL (Structured Query Language). Lançado em janeiro de 1998, o MySQL faz parte da linha de produtos de servidores de banco de dados e ferramentas de desenvolvimento da MySQL AB. 

O banco de dados ganhou fama, sendo o mais utilizado em: 

  • aplicativos, incluindo armazenamento de dados;
  • comércio eletrônico;
  • bancos de dados da Web; 
  • aplicativos de registro; 
  • e aplicativos distribuídos. 

Atualmente é o banco de dados de código aberto mais popular do mundo. Isso, devido ao seu desempenho rápido, alta confiabilidade, facilidade de uso e baixo custo em relação aos concorrentes.

Recuperação de banco de dados MySQL para e-commerce

Escolha uma ferramenta que trabalhe com diferentes formatos, especialmente com arquivos de banco de dados MySQL.

É comum perder arquivos por conta de uma formatação errada, falha física no disco rígido, perda de partições, além de falhas no sistema e ataques de vírus. Todos estes problemas podem causar grandes prejuízos financeiros em uma loja virtual.

Fique atento ao escolher um software de recuperação, pois ele deve trabalhar com as extensões FRM, MYD, MYI. Os arquivos * .frm contêm as definições da tabela; os * .myi são arquivos de índice MyISAM; os arquivos * .myd possuem os dados da tabela.

Normalmente estes softwares são bem simples de utilizar. Basta selecionar o diretório que deseja recuperar e o tipo de arquivo. Em seguida é só iniciar a varredura pelo sistema, até encontrar os arquivos desejados.

Buscando e recuperando dados excluídos

Uma forma de encontrar arquivos que foram danificados é utilizando um software de recuperação de dados gratuito. Nele, você pode especificar o local desejado, seja um diretório, um disco, uma partição ou uma unidade de armazenamento externo.

A verificação costuma ser bem rápida, pois o software irá vasculhar todos os arquivos do local, apresentando uma lista com todos que foram excluídos do seu diretório original ou da lixeira.

Você também poderá encontrar arquivos perdidos em formatações anteriores em seus dispositivos. Porém, quanto mais antigo for, mais tempo levará o programa.

Utilize os filtros na lateral do programa, pois assim ele irá encontrar os seus arquivos mais rapidamente.

É importante lembrar que arquivos RAW terão os seus nomes alterados e receberão um atributo específico. Sendo assim, será preciso renomeá-los manualmente.

A vantagem deste tipo de software de recuperação de arquivos é que ele permite uma pré-visualização de todos os arquivos que poderão ser recuperados. Isso evita perder tempo recuperando arquivos errados.

Sistema antifraude

Com o aumento dos ataques de cibercriminosos contra e-commerces, as empresas tiveram de criar sistemas antifraudes cada vez mais sofisticados.

Muitos sistemas verificam informações como:

  • geolocalização (endereços de entrega e de cobrança); 
  • código de segurança dos cartões de crédito;
  • perfil do consumidor; 
  • validação por e-mail, entre outros.

As operadoras de cartão de crédito ficam monitorando às compras dos clientes. Ao haver algo fora do comum — como por exemplo uma compra internacional —, a transação é bloqueada até que o usuário entre em contato com o suporte. Embora possa ser um empecilho para alguns clientes, também é uma forma de dificultar a ação dos criminosos.

Certificados de segurança

Os selos e certificados de segurança são fundamentais para as lojas virtuais. Afinal, melhoram a reputação da loja, trazendo mais confiança para o consumidor e impactando positivamente nas vendas.

SSL

O SSL (ou Secure Sockets Layer) é uma tecnologia que criptografa as informações trocadas entre o seu computador e o site, mantendo a privacidade dos seus dados. Para o e-commerce, este certificado é fundamental para impedir que criminosos interceptem informações pessoais dos usuários, como dados bancários, durante a compra.

Para saber se um site está assegurado contra este tipo de ataque, basta verificar se há um cadeado verde ao lado da url e se a URL contém “https://” na barra de navegação.

Selos de segurança

Muitas lojas virtuais colocam no rodapé selos de empresas de segurança que identificam vulnerabilidades, como: infecções por malwares, falhas de segurança, atualizações que possuem alguma vulnerabilidade, etc. 

Outras empresas avaliam a confiabilidade e satisfação do cliente. Avaliam, por exemplo, se a empresa possui um bom atendimento; se entrega os produtos corretamente; possui um bom pós-venda; entre outras impressões relacionadas à satisfação com a experiência de compra.

Selo Black Friday Legal

A Black Friday Legal é fornecida pela Câmara Brasileira de Comércio Eletrônico. Visa identificar as empresas que adotam o Código de Ética estabelecido, que são associadas à camara-e.net ou ao Movimento e-MPE — no caso das micros e pequenas empresas.

Segurança aumenta as vendas

Como mostrei no decorrer deste artigo, a segurança é fundamental para uma loja virtual. Afinal, quanto maior for a empresa, maior será o número de informações pessoais dos clientes e mais visada ela será pelos criminosos.

Quando seu e-commerce adota estas medidas de segurança, até mesmo usuários que não costumam utilizar a internet para comprar produtos se sentirão mais confiantes a adquirir algo da sua empresa.

Gostou dessas dicas? Utiliza algum sistema de segurança na sua loja que não foi citado neste artigo? Compartilhe conosco, assim ajudaremos mais lojistas a se protegerem.

O post Medidas de segurança para adotar no e-commerce apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Medidas de segurança para adotar no e-commerce. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.