Ads Top

Conheça as principais tendências para o e-commerce no pós-pandemia

O ano de 2020 pegou o mundo inteiro de surpresa. Isolamento, medo e preocupação podem ser considerados os sentimentos predominantes na casa de inúmeros brasileiros. Com o momento atípico, não é à toa pensar que a partir de agora muitas coisas vão mudar.

As transformações causadas pela pandemia já estão influenciando a economia, a política e as relações sociais. Empresas que antes prezavam pelo trabalho presencial, adotaram o home office ou modelo híbrido, artistas se apresentando por meio online e pessoas transformando sua forma de comprar.

Tudo aconteceu muito rápido e as lojas virtuais viram a possibilidade de expandir ainda mais o seu público e suas vendas. Sabendo disso, fica a pergunta: quais são as tendências para o e-commerce após a pandemia? Continue lendo para saber mais!

Mas afinal, o que mudou?

Pesquisas mostram que, em menos de três meses, os hábitos de consumo, o volume de vendas online e a digitalização do comércio modificaram drasticamente. Para se ter uma ideia, desde o início do isolamento social e com a crise apontando, o e-commerce apresentou um considerável aumento no número de mercadorias vendidas.

Segundo o Compre&Confie, empresa de segurança digital para compras na web, só em abril, o setor faturou mais de R$ 9,4 bilhões, o que representa um aumento de 81% em relação ao mesmo período do ano passado.

O e-commerce no pós-pandemia 

Para aderir a qualquer tendência de mercado, é essencial estudar quais se encaixam com a sua plataforma e com o seu público, para aí sim, adotar uma estratégia sólida que possa expandir a autoridade da sua empresa no mercado. Confira algumas tendências de mercado para o e-commerce após a pandemia:

Investimento em logística 

No início da pandemia, muitos negócios viram suas vendas crescerem rapidamente. A falta de aviso, porém, os fez enfrentarem desafios relacionados à logística e estoque.

Thomas Low-Beer, gerente de projetos da VTEX e importante nome do ramo de vendas online, aposta que a maior revolução do e-commerce nos próximos anos se concentrará na logística. Isso porque, durante a pandemia foi notado uma lacuna nesse mercado, incentivando o surgimento de melhorias e grandes inovações no setor.

Inteligência artificial 

O Machine Learning, um tipo de inteligência artificial, está cada vez mais presente no e-commerce, devido a sua capacidade de identificar padrões de comportamento do usuário. Ou seja, a ferramenta pode prever hábitos de consumo de uma pessoa em determinado setor ou loja, proporcionando experiências melhores e mais personalizadas ao cliente.

Grandes empresas já usam o método e as expectativas são que negócios de médio e pequeno porte comecem a aderir em breve. Um exemplo da funcionalidade da ferramenta é que, ao entrar na guia de “recomendados para você”, o usuário encontre itens selecionados com base no que pesquisou anteriormente, aumentando a chance de conversão.

Diferentes métodos de pagamento

Com o isolamento, as pessoas ficaram cada vez mais conectadas com diferentes partes do país e até do mundo. Ficou cada vez mais comum buscar e comprar produtos de um continente diferente. Por isso, a tendência é que os métodos de pagamento fiquem cada vez mais flexíveis, sendo uma forma mais acessível de compra para estrangeiros.

Aceitar diferentes métodos de pagamento, como PicPay, PayPal ou até criptomoedas será um grande diferencial no e-commerce e uma tendência para os próximos anos. Além de ser mais prático, também pode reduzir o número de golpes pela internet, já que são necessárias menos informações do cliente na hora da compra.

Sustentabilidade 

Em uma pesquisa realizada pela Nosto, empresa de serviços web, foi identificado que 75% dos clientes querem receber seus produtos com menos embalagens. Pensando nisso, muitas empresas estão mudando sua forma de envio não apenas para ajudar a natureza, mas também para aumentar suas vendas, já que a tendência é que a pauta ambiental fique cada vez mais visível.

Embalagens biodegradáveis, redução do uso de papel, métodos de reciclagem durante a fase de produção passarão a ser um diferencial na hora da compra.

Agora que você já sabe quais são as tendências para o e-commerce no pós pandemia, a sua empresa já pode começar a se preparar. Nesse processo, um bom sistema de gestão pode te ajudar. Saiba como escolher o ERP certo para o seu e-commerce aqui.

O post Conheça as principais tendências para o e-commerce no pós-pandemia apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Conheça as principais tendências para o e-commerce no pós-pandemia. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.