Ads Top

Como realizar a precificação de produtos no e-commerce para iniciantes

Uma das maiores dúvidas dos lojistas ao criar uma loja virtual é a precificação de produtos.

De fato, esse é um ponto muito importante, pois, pode ser uma linha tênue entre o sucesso e já começar as atividades no e-commerce com o pé esquerdo.

Aqui vão algumas dicas para você não ficar no prejuízo e nem ter produtos com preços totalmente fora do valor de mercado.

Confira como fazer a precificação correta de seus produtos!

Considere o custo do produto e suas despesas

Um erro muito comum de lojistas iniciantes é calcular apenas o custo de compra do produto.

Entretanto, é necessário calcular o valor real daquele produto: valor bruto do produto, frete, embalagem, custo de operação da loja e tudo que envolva o processo de logística.

Precificar um produto com base apenas no valor de compra é um erro. Isso, com certeza, fará com que sua loja fique no prejuízo ou que no final do mês, você não tenha lucro algum.

Afinal, todas as despesas com o processo de logística precisa ser incluso neste valor.

Defina a margem de lucro desejada

Após definir o quanto aquele produto realmente custa para a sua loja virtual, é a hora de definir sua margem de lucro.

Antes de mais nada, é importante ressaltar que essa margem não precisa ser engessada para toda a loja. Por exemplo, um produto com maior saída, pode ter uma porcentagem de lucro menor do que um produto que vende menos.

De qualquer forma, não existe uma fórmula mágica do e-commerce para te ajudar a definir essa margem de lucro. É importante considerar:

  • Poder aquisitivo do seu público-alvo;
  • Experiência de compra proporcionada por sua loja virtual;
  • Maturidade da loja;
  • Saúde financeira de seu negócio.

Sem sombra de dúvidas, no início, para se destacar no mercado, será necessário reduzir a margem de lucro dos sonhos. Uma vez que sua loja ainda não tem um ponto importante citado: maturidade.

Salvo casos onde já exista uma marca muito conhecida que passará a vender online, é muito difícil já iniciar praticando os mesmos preços.

Então, para dar o pontapé inicial, tente não exagerar na margem de lucro. Por outro lado, muita atenção para não prejudicar a saúde financeira de sua loja.

Prejuízo nunca será a melhor alternativa. A não ser que você já tenha separado uma verba de segurança para praticar preços abaixo do mercado ao começar. Mesmo assim, essa prática pode prejudicar seu negócio no momento de reajustar os preços.

Observe o mercado

No último tópico, citamos “valor abaixo do mercado” e é aqui aonde vamos avaliá-lo.

É arriscado, praticamente impossível, colocar preço em um produto sem monitorar o preço que ele vem sendo praticado no mercado.

Desta forma, ficará mais simples entender se sua precificação está muito acima do valor praticado ou muito abaixo.

Isso porque você pode não vender uma única peça caso o seu preço esteja muito destoante dos demais. Contrapartida, caso esteja muito baixo, você provavelmente venderá muito, mas lucrará muito menos do que os outros vendedores

Outro ponto importante: os clientes desconfiam de valores muito abaixo da média.

Não sacrifique sua loja para vender, mas também tente ficar dentro dos valores do mercado para entrar na concorrência de vendas.

Leia também: Marketplace de sucesso: 4 cases para você se inspirar.

O post Como realizar a precificação de produtos no e-commerce para iniciantes apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Como realizar a precificação de produtos no e-commerce para iniciantes. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.