Ads Top

Como o Marketing Digital pode ajudar a manter seu negócio saudável durante a crise

A pandemia do novo coronavírus alterou os hábitos das pessoas em todo o mundo. Devido à necessidade de evitar aglomerações a fim de reduzir o contágio, uma vez que ainda não se tem um tratamento específico para Covid-19, tampouco vacina, diversas medidas de isolamento social foram tomadas. Nesse sentido, negócios de diferentes segmentos tiveram suas portas fechadas e se viram diante da seguinte pergunta: como continuar vendendo na pandemia?

De fato, quem depende de um ponto de venda físico sofreu maiores impactos nesta crise do coronavírus. Por outro lado, empresas e pequenos negócios estão se reinventando para sobreviver a este momento turbulento. No centro das medidas de sobrevivência, pode estar o Marketing Digital, que oferece aos empreendedores canais online de atração e captação de clientes.

Dessa forma, além de pensar em inovações de produtos, sejam adaptações do portfólio da empresa ou criação de novos, é preciso implementar novos meios de distribuí-los, bem como se comunicar à distância com os consumidores. O Marketing Digital comporta cada um desses aspectos e pode ser a solução para sua empresa continuar vendendo na pandemia. Prossiga com a leitura e veja dicas para isso!

Por que investir em Marketing Digital durante a pandemia?

Pode parecer estranho falar em investir agora que a pandemia já provocou perdas superiores a R$ 200 bi no varejo.

Porém, os investimentos em Marketing Digital podem ser 47% mais baratos quando comparados aos de Marketing Tradicional. Por exemplo, é bem menos custoso criar um site e impulsioná-lo por meio de anúncios patrocinados no Google do que investir na exposição da marca em um outdoor.

Além disso, empresas que adotam estratégias de Marketing Online tendem a apresentar maior ROI (Retorno Sobre o Investimento) do que aquelas que não adotam.

Após o coronavírus, pesquisas apontam que as compras online aumentaram 71%. Logo, quem usa ou passou a usar essas estratégias digitais conseguiu fechar novas oportunidades de negócios e continuar vendendo na pandemia.

Ainda, a tendência é de que os hábitos do consumidor continuarão apontados para a Internet. De modo que o pós-Covid-19 demandará das empresas combinações entre lojas físicas e digitais.

Só para ilustrar, segundo um levantamento do setor de alimentação, 99% dos consumidores afirmam evitar aglomerações, sendo que 95% estão evitando sair de casa. Nesse sentido, a preocupação com saúde, segurança e solidariedade motivam 99% das pessoas a reduzir sua ida a bares, restaurantes e lanchonetes. Os impactos são semelhantes em diversas atividades relacionadas ao lazer e entretenimento.

Portanto, é fundamental que você se adapte e use boas práticas online para sua marca a fim de vencer a crise e estar pronto para a retomada da economia. Confira a seguir algumas dicas para fechar novos negócios em tempos de pandemia.

Site da empresa

Em primeiro lugar, é essencial que o site da empresa esteja atualizado, devidamente indexado no Google e, assim, as pessoas possam encontrá-lo facilmente no motor de busca. Vale ressaltar a importância de ter um site adaptado para dispositivos móveis, pois a maioria dos internautas navega atualmente por celular e outros aparelhos portáteis.

De forma geral, o site do seu negócio é o seu cartão de visita. Assim, disponibilize as informações de contato com seu time de vendas logo no topo da página inicial. Ideias de informações para incluir na home page são:

  • Número de telefones e WhatsApp
  • E-mail
  • FAQ (perguntas frequentes)
  • Política de entrega/atendimento durante a Covid-19
  • Formulário de contato
  • Endereço
  • CNPJ
  • E entre outras informações que possibilitem ao cliente entrar em contato e se sentir seguro com a compra.

E-commerce

Se você vende produtos e está com sua loja física fechada, uma boa forma de continuar vendendo durante a pandemia é pelo e-commerce. Ou seja, um site de vendas próprio. Existem diversas plataformas para criar sua loja online. Por exemplo:

  • Nuvemshop
  • Wix
  • Magento
  • WooCommerce (boa opção se você já tem um site em WordPress)
  • Drupal
  • Tray
  • Linx Commerce
  • Entre outras

Então, escolha a ferramenta que comporta melhor sua necessidade e seu orçamento e crie seu e-commerce para realizar vendas diretas pelo seu site.

Delivery

O Delivery é uma alternativa para bares, restaurantes e lanchonetes continuarem sustentando seus negócios durante a pandemia. Mesmo que ainda representem menos vendas do que o habitual, a entrega de comida é uma maneira de o estabelecimento continuar ativo.

Nesse sentido, os dados apontam que o consumidor demonstra preocupação em relação ao preparo da comida (56%), à embalagem (19%) e como o alimento é transportado e entregue (17%).

Logo, é essencial que a comunicação do cliente seja clara e transparente. Para isso, se você está no segmento de alimentação, uma forma de tranquilizar o cliente é usar o site e as redes sociais da empresa para informar que todas as medidas estão sendo tomadas para garantir o bem-estar dos consumidores.

A entrega também é uma solução para outros tipos de comércio, como de roupas, acessórios e calçados, só para exemplificar alguns. Mas todos dependem da correta distribuição nos canais digitais. Sendo que o site e a loja online da empresa são os principais deles.

Vendas por WhatsApp

É essencial que o seu site e/ou e-commerce contenha recursos para a comunicação online com seus clientes. Só para ter uma ideia, o uso do WhatsApp para atendimento durante a pandemia cresceu mais de 100%.

Logo, além de permitir que seus clientes encontrem seus produtos e serviços a partir do site da sua organização, é fundamental que os visitantes interessados nas suas soluções consigam entrar em contato pelos mecanismos das suas páginas online.

Uma forma prática é integrar o WhatsApp da empresa ao seu site. Assim, o usuário tem a possibilidade de iniciar um chat, ou seja, uma conversa direto com sua empresa a fim de realizar a compra pelo aplicativo de mensagens.

Vendas pelas redes sociais

A necessidade de se reinventar tem aumentado o número de interações nas redes sociais. Instagram e Facebook são as redes com maior engajamento desde o início da proliferação da Covid-19.

Assim, os internautas estão cada vez mais conectados a fim de interagir com amigos, bem como ficar por dentro de entrevistas, novidades, curiosidades etc.

Dessa maneira, uma forma de alcançar mais clientes durante a pandemia é investir na presença online nas redes sociais. Para atrair mais pessoas, o ideal é investir em anúncios nas mídias digitais. Nesse sentido, você já pode obter ótimos resultados com pequenos orçamentos, por exemplo, de R$ 50 a R$ 100 por dia.

Além dos anúncios, é fundamental que sua empresa mantenha as páginas aquecidas com conteúdos de qualidade. Dessa forma, quando o usuário chegar ao seu perfil social, terá informações relevantes e atualizadas. Logo, terá mais confiança para prosseguir com a compra.

Novos produtos

Este tem sido o período de empreender por necessidade. Diversos brasileiros estão se reinventando e criando novos produtos para vender durante a pandemia. Por exemplo:

  • Bijuterias e acessórios
  • Artesanato
  • Sobremesas
  • Receitas
  • Etc.

Além de produtos físicos, uma forma de alcançar uma margem de lucro maior e contar com distribuição facilitada é vender produtos digitais.

Por exemplo:

  • E-books
  • Podcasts
  • Audiobooks
  • Cursos online
  • Planilhas
  • Infográficos
  • Cartilhas
  • Templates
  • Etc.

A vantagem do produto digital é a redução de custo, uma vez que você precisa apenas converter o conhecimento que você já tem em um produto capaz de ajudar as pessoas a resolver um determinado problema. Por exemplo, publicar um livro digital sobre como controlar a ansiedade durante a pandemia.

Além de contar com sites e redes sociais, quem pretende entrar no mercado de infoprodutos precisa saber como distribuí-los de maneira eficiente. Para isso, as principais plataformas do mercado são:

  • Hotmart
  • Eduzz
  • Monetizze
  • Etc.

Novos serviços

Ainda dentro de negócios online, você pode criar novos serviços relacionados à sua área de atuação. Por exemplo:

  • Mentoria consultoria individual, consultoria empresarial e etc. em forma de sessões online
  • Aulas particulares à distância
  • Treinamentos online
  • Produção de conteúdo para web
  • Entre outros.

Imagine, por exemplo, que seu negócio seja uma academia de ginástica. Uma forma de manter seus alunos é fornecer atendimento remoto via chamada de vídeo online. Assim, o preparador físico poderia fornecer um treinamento à distância para os alunos que preferem continuar fazendo seus exercícios em casa.

O que o Marketing Digital pode representar em tempos de crise e além

Seja qual for suas ideias para se adaptar aos novos hábitos de distanciamento social gerados pela pandemia, o Marketing Digital é a forma mais econômica, prática e acessível de alcançar as pessoas e entregar soluções digitais de alto impacto, qualidade e possibilidades de lucros.
Os benefícios vão além deste momento de crise, pois a tendência é que as pessoas misturem demanda online e offline no pós-pandemia. Portanto, é vital que seu negócio tenha um posicionamento digital estratégico.

Então, comece com um site atualizado, também preparado para ser acessado por dispositivos móveis. Implemente na sua home page mecanismos que facilitem o contato com o cliente, por exemplo, o chat para o WhatsApp da empresa. Também atue nas redes sociais e esteja com o atendimento pronto para vender nesses canais. Pense ainda na criação de novos produtos e serviços que possam agregar valor ao seu portfólio e solucionar um problema que as pessoas estejam enfrentando.

Assim, suas chances de continuar vendendo na pandemia serão melhores e seu negócio estará fortalecido para o momento de retomada da economia. Se você gostou deste artigo e conhece alguém que precisa destas dicas, compartilhe o conteúdo com seus amigos.

Título SEO: Continuar vendendo na pandemia: dicas de Marketing Digital
Meta descrição: Confira dicas práticas de canais online para aplicar o Marketing Digital e continuar vendendo na pandemia. Veja como é possível vender na internet!

O post Como o Marketing Digital pode ajudar a manter seu negócio saudável durante a crise apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Como o Marketing Digital pode ajudar a manter seu negócio saudável durante a crise. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.