Recorrência no e-commerce: a febre dos clubes de assinatura

O e-commerce é, sem dúvidas, um dos segmentos mais resilientes e promissores da atualidade no Brasil.
Agora, com todas as vantagens do comércio eletrônico e da intensa transformação digital que vemos em nosso país, a recorrência no e-commerce está ganhando um espaço fundamental para quem quer se destacar e alavancar o faturamento.

Mas, como funciona esse modelo de pagamentos dentro de uma loja virtual? Quais são as principais diferenças entre um e outro?

Como funciona a recorrência no e-commerce?

A Economia da Recorrência, dentro das lojas virtuais, geralmente vem na forma de uma clube de assinaturas. E este novo segmento, que também não para de crescer, já rende mais de R$ 1 bilhão ao ano para o Brasil.

Além disso, segundo dados da Business to Community, 54% dos compradores na internet revelaram ter, ao menos, uma assinatura.

Dessa forma, os clubes de assinatura dentro do e-commerce representam inúmeros benefícios tanto para os empreendedores, quanto para os clientes, que simplesmente amam as caixas de assinatura que são entregues no conforto da sua casa.

Imagine, por exemplo, que você tem um e-commerce que vende produtos para o cabelo. Durante um intervalo de tempo, você percebeu que um público X comprava um produto Y do seu estoque com uma frequência mensal, e aquele produto virou o queridinho do site.

Usando a recorrência dentro do seu e-commerce, você pode oferecer a esse público a proposta de entregar aquele produto, que já era de consumo recorrente, num plano muito mais sustentável para o seu negócio.

Você não precisa mais esperar que aquela compra pontual seja feita. A recorrência no e-commerce garante que naquele período de tempo uma cobrança seja feita automaticamente no cartão dos assinantes. Isso traz inúmeras vantagens, como previsibilidade de receita, gestão amplificada de estoque, entre outros benefícios.

Por que os clubes de assinatura se tornaram “febre” no e-commerce?

Do ponto de vista do consumidor, as experiências oferecidas em uma caixa de assinatura e a comodidade de receber seus produtos preferidos no conforto da sua casa são os principais benefícios que transformaram os clubes em febre mundial.

Já para os empreendedores, a fidelização dos clientes, a redução da inadimplência (quando recorrência é associada ao cartão de crédito), a previsibilidade de receita e a gestão de estoque são pontos que merecem destaque entre as vantagens.

Como ter recorrência no e-commerce?

1 – Você tem produtos de consumo recorrente?

O primeiro passo para ter recorrência no e-commerce é fazer um mapeamento dos produtos mais vendidos. Em seguida, entender se eles são comprados de forma recorrente ou se possuem alguma sazonalidade interessante para o seu negócio — esse é o primeiro ponto de destaque.

Lembre do exemplo passado: se a loja de produtos para cabelo não tivesse nenhum indicador de consumo recorrente, talvez não fosse o momento ideal para apostar na recorrência. Entender o fit entre produtos e público é fundamental para começar!

2 – Você tem uma proposta de valor real para esse cliente recorrente?

Como dito, clubes de assinaturas são focados em experiência. Por isso é necessário entender o que realmente faz a diferença para que ele continue assinando. É a curadoria? A logística? O preço? Descubra e concentre seus esforços nisso para atrair novos assinantes.

3 – Qual a melhor forma de pagamento da recorrência no e-commerce?

O pagamento recorrente tem um grande aliado para ser escalável e sustentável: o cartão de crédito! Dessa forma, você cobra automaticamente no cartão do seu cliente sem usar o limite total, já que o pagamento recorrente é diferente de parcelamento.

Ofereça várias formas de pagamento para dar mais opções aos assinantes. Mas lembre-se que você terá muito mais previsibilidade de receita com a cobrança automática por meio do cartão de crédito.

4 – Quantos planos de assinatura serão disponibilizados neste clube?

Seus clientes precisam ter opções que façam sentido no clube de assinaturas. Essa é a hora de inovar na cartela de produtos, preços, brindes e tudo o que fizer sentido para o seu negócio.

5 – Descontos atrapalham o faturamento?

Pelo contrário, eles podem te ajudar muito! Considerando que um cliente que assina um plano anual tem um tempo de relacionamento muito maior do que aqueles que precisam renovar a assinatura todos os meses, oferecer planos longos com descontos imbatíveis pode aumentar muito sua previsibilidade de receita.

Vamos pensar na Netflix, um case gigante da recorrência. Mesmo quando a renovação é automática, como a Netflix faz, todos os meses existe uma probabilidade maior de churn. O cliente precisa querer renovar aquela assinatura todos os meses, e pode interromper o plano sem nenhuma explicação. Isso não acontece com frequência quando assinamos um plano semestral ou anual.

7 – É necessário automatizar a gestão de pagamentos e de cobrança?

Nada disso é possível se você não automatizar o seu processo de pagamentos e de cobrança. Principalmente se você pensa em expansão e crescimento do negócio.

Contar com um parceiro que cuida dessa parte tão importante e sensível do seu negócio é fundamental para que você consiga manter no foco nos seus produtos. Além disso, você também tem mais liberdade para pensar na sua estratégia de marketing e até mesmo do e-commerce — que continuará funcionando em paralelo, não é mesmo?

O post Recorrência no e-commerce: a febre dos clubes de assinatura apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Recorrência no e-commerce: a febre dos clubes de assinatura. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O Guia da Pesquisa de Palavras-Chave

5 desafios enfrentados pelos CIOS neste momento

Como excluir conta do Facebook: passo-a-passo