Ads Top

Correr para entrar no e-commerce pode gerar custos altos

Desde o ano de 2020, o qual testemunhamos a abertura de milhares de novas lojas virtuais devido à situação mundial, o e-commerce teve crescimentos exponenciais em consumidores e faturamento.

Muitos empreendedores finalmente decidiram tirar a ideia do papel e viram grandes oportunidades do virtual para poder crescer o negócio. Porém, a pressa para poder fazer parte deste mercado e a falta de conhecimento podem resultar em altos custos em um período mais para frente. Podemos pensar que estamos economizando agora, mas a cobrança chega alta depois.

Correr para planejar e entrar no e-commerce pode gerar altos custos para a sua loja e para o seu orçamento. Dessa forma, vamos dar algumas dicas sobre como um bom começo pode levar a melhores estratégias e desenvolvimentos do seu e-commerce em longo prazo.

Planejamento corrido

O planejamento é a parte essencial para qualquer projeto, seja ele online ou não. É através do planejamento que podemos definir etapas do negócio, controlar o orçamento, decidir investimentos e ferramentas indispensáveis para o andamento da loja virtual.

Quando não estabelecemos um planejamento sólido, cedo ou tarde a estrutura do negócio começará a balançar. E, para compensar, acabam sendo feitos “remendos” que não acrescentam para o crescimento da loja online.

Abrir um e-commerce do zero, começando do planejamento e verificando todas as áreas envolvidas, leva algo em torno de 3 a 7 meses — dependendo do tamanho do seu projeto. Isso não significa que todas as lojas que foram abertas em períodos menores terão problemas. Mas é importante saber que abrir um e-commerce não é apenas colocar os produtos em divulgação e esperar as vendas acontecerem.

Escolhendo as ferramentas erradas

Especialmente quando eu falo sobre plataforma, a primeira escolha pode ser decisiva para entender se a loja terá que migrar de plataforma dali a alguns meses — ou se continuará durante anos.

Com tantas opções no mercado, os desavisados encontram-se perdidos quanto a escolha da plataforma ideal. Neste caso, ou acabam optando pela mesma plataforma da concorrência, ou por nome. Aproveite-se das diversas opções de mercado e encontre a plataforma (ou ferramenta) que caiba no orçamento e que atenda todas as necessidades do projeto.

Fique de olho nas integrações e procure saber de reclamações e atendimento destas.

O mesmo vale para demais ferramentas. Se o orçamento for justo, faça uso das opções gratuitas que muitas disponibilizam. Busque entender o que realmente vale a pena para o momento do seu negócio. Não há necessidade de gastar em diversas soluções se não fizer 100% de proveito delas.

Não economize no marketing

Investimento em marketing é o que vai ajudar sua loja a ser conhecida na internet. No mercado online não é possível só esperar que as pessoas encontrem sua loja. Afinal, a competição não está apenas entre as lojas do bairro, mas entre lojas do país inteiro. E o consumidor é exigente.

Se algo atrapalhar ou distraí-lo durante a visita na loja, a possibilidade de ele não voltar é altíssima. Por isso separe com cuidado a verba para marketing para que seus produtos encontrem os consumidores certos, na hora certa e com a oferta certa.

Seja investimentos em Google Ads, Facebook Ads ou demais plataformas — especialmente no começo —, é preciso fazer com que os internautas enxerguem seus produtos e cliquem em seu anúncio.

Porém, fazer um anúncio incrível e não ter o produto disponível, ou dificultar na hora do check-out, quebra expectativas e o consumidor deixa a loja com uma péssima experiência.

Conclusão

Abrir uma loja virtual não é um processo que é de um dia para o outro. Tenha certeza das suas estratégias. Não desperdice dinheiro em soluções que não serão bem aproveitadas — prefira ter uma base sólida para a sua loja não ficar cheia de remendos a longo prazo.

Afinal, o dinheiro que terá de ser investido para arrumar toda a estrutura será maior do que o investimento inicial que acabou sendo perdido devido à correria para começar as vendas.

O post Correr para entrar no e-commerce pode gerar custos altos apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Correr para entrar no e-commerce pode gerar custos altos. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.