Ads Top

Tendência: o que é PWA? Saiba porque ele é uma ótima estratégia no e-commerce!

Já se passaram anos desde o início da era do smartphone. Com isso, veio a era dos aplicativos nativos. Os aplicativos continuam a desempenhar um papel importante em nossa vida diária, e quem trabalha com e-commerce precisa acompanhar a transformação digital e manter o seu negócio atualizado. 

Por isso, muitos proprietários de empresas se perguntaram várias vezes: devemos ter um aplicativo? 

Criar e manter um aplicativo nativo é complicado e geralmente muito caro. Felizmente, existe outra opção. Esta opção combina as alegrias de um aplicativo nativo com a tecnologia que usamos na web: o PWA.

PWA é tendência

Se você ainda não sabe o que é PWA, precisa compreender que esse tipo de tecnologia pode ser o futuro do seu site.

Um dos assuntos mais comentados sobre as mudanças na web, o PWA ganhou um ímpeto incomparável entre os profissionais do mundo de TI e Marketing Digital.

Isso porque o PWA será parte integrante e uma commoditie em seus projetos digitais, assim como foi com o design responsivo.

Para muitas empresas, o tráfego de usuários em páginas mobile já superou o tráfego em desktop. No entanto, ainda assim, as taxas de conversão para essas páginas não acompanham o mesmo crescimento. 

O motivo disso acontecer? Ao acessar a página de uma empresa pelo dispositivo móvel, o usuário espera encontrar uma navegação fácil, intuitiva e rápida e nem sempre isso acontece. 

E utilizar o PWA é uma das estratégias possíveis para melhorar a experiência do cliente no mobile e sair na frente dos seus concorrentes.

O que é PWA?

Costumo fazer uma analogia bem simples para explicar para pessoas leigas o que é o PWA: se a web e o aplicativo tivessem um filho, seu nome seria PWA!

Progressive Web App (PWA) ou, em português, Aplicação Web Progressiva é um termo usado para denotar um novo modelo de aplicativo que combina os recursos oferecidos pela maioria dos navegadores modernos com os benefícios da experiência móvel.

Este é um aplicativo desenvolvido com as tecnologias da web que todos nós conhecemos e amamos, como HTML, CSS e JavaScript, mas com uma sensação e funcionalidade que rivaliza com um aplicativo nativo real. 

E graças a algumas adições inteligentes, você pode transformar quase qualquer site em um aplicativo da web progressivo. 

Ao contrário dos aplicativos tradicionais, o PWA é uma aplicação híbrida entre web e aplicativos nativos. Ou seja, seu site vai se assemelhar a um app, sem ser um app. 

E o melhor: sem que o usuário precise baixá-lo na App Store ou Play Store. Além disso, você pode oferecer todos os recursos de aplicativos nativos, como notificações push, suporte offline e muito mais.

Os PWAs são desenvolvidos e aprimorados com APIs (Application Programming Interface – Interface de Programação de Aplicativos) modernas para fornecer recursos aprimorados, confiabilidade e capacidade de instalação, ao mesmo tempo que alcançam qualquer pessoa, em qualquer lugar, em qualquer dispositivo, com uma única base de código.

O PWA na prática

Muitos sites que você encontra online são, na verdade, um PWA. Veja o Twitter, por exemplo. Se você visitar esse site em seu smartphone, poderá instalá-lo na tela inicial. Agora, ao abrir o site do Twitter salvo, você notará que ele se parece e funciona exatamente como um aplicativo nativo. 

Não há janela do navegador ou nada. Não há diferença em executá-lo em um iPhone ou Android. Basta fazer login e pronto. Esse é um grande benefício de construir seu aplicativo da web com um PWA em mente.

Outros sites grandes, que também atribuíram ao PWA são: Starbucks, Pinterest, Washington Post e Uber.

Basicamente, um site com PWA começa como uma página da web normal em um navegador e, conforme o usuário explora a página, ele recebe uma mensagem caso queira adicionar à tela inicial. 

Características do PWA

Para entregar experiência valorosa ao usuário, os PWAs possuem algumas características, listadas pelo Google Developers, que são definitivas na construção de sua metodologia:

  • Progressivo: qualquer usuário pode ter acesso ao conteúdo disponível, independente do navegador que ele esteja usando.
  • Responsivo: tem a capacidade de se adequar a qualquer dispositivo, seja ele desktop, celular ou tablet.
  • Funciona offline: possui tecnologias que garantem ao usuário o funcionamento das principais funcionalidades da aplicação sem a necessidade de conexão com a internet. Também é otimizado para trabalhar em redes de baixa qualidade.
  • Semelhante a aplicativos: a navegação e interação com o usuário é semelhante a de um app, já que utiliza a mesma estrutura visual e de percepção.
  • Atual: está sempre atualizado devido a um serviço que roda em plano de fundo.
  • Seguro: por conta do HTTPS (criptografia na conexão dos dados), as informações compartilhadas em uma aplicação PWA não podem ser adulteradas e tem pouco risco de invasão.
  • Descobrivel: devido ao manifesto W3C, as aplicações em PWA são reconhecidas pelos mecanismos de busca como um app, sendo facilmente encontrados.
  • Envolvente: Com recursos como notificações push, entre outras, é possível engajar o usuário e fazer com que ele se interesse em utilizar a sua solução.
  • Instalável: mesmo não tendo a necessidade de ser baixado em uma loja de aplicativos, um PWA garante com que o usuário possa colocar o ícone da aplicação em sua tela principal, se comportando de forma semelhante a um app depois disso.
  • Linkável: para que o usuário tenha acesso a ele, basta um link, reduzindo o atrito das lojas de aplicativos.

Quais são os benefícios de um PWA?

O principal motivo pelo qual todos estão correndo atrás de aplicativos é porque eles oferecem maior engajamento. 

Os usuários que instalam seu aplicativo são seus maiores fãs e mais propensos a transformar seu uso em vendas ou inscrições. 

Graças às notificações push, é muito mais fácil interagir novamente com os usuários. Os aplicativos podem oferecer uma experiência excelente que pode ser útil para uma marca.

Falamos sobre alguns dos pontos positivos dos PWAs neste artigo, mas aqui está uma breve visão geral:

  • Você não precisa passar pelo processo para entrar em diferentes lojas de aplicativos;
  • Você pode construir PWAs com tecnologias comuns da web;
  • Eles costumam ser mais baratos de construir;
  • Como você está transformando seu site em um aplicativo, terá menos bases de código para manter;
  • PWAs são responsivos e funcionam com muitos tamanhos de tela diferentes;
  • PWAs são suaves, rápidos e leves;
  • Não há necessidade de entregar grandes quantias de dinheiro ao Google e à Apple;
  • Eles funcionam offline, ao contrário do seu site normal;
  • Os PWAs podem ser encontrados por meio de mecanismos de pesquisa como o Google;
  • Você pode usar notificações push para reconquistar os usuários;
  • A instalação de um PWA pode levar a um maior engajamento.

Quais são as preocupações de SEO de um PWA?

O PWA é inerentemente centrado na web. Nasceu da web e foi desenvolvido pensando nos motores de busca para facilitar a descoberta. 

Claro, você pode fazer um aplicativo da web progressivo a partir de qualquer site antigo e não é preciso muito para fazer isso. No entanto, muitos PWAs usam JavaScript para construir funcionalidades mais complexas e, embora os motores de busca tenham se tornado aptos a renderizar JavaScript, isso ainda pode ser motivo de preocupação.

Ao configurar um PWA, você deve certificar-se de que seu JavaScript está acessível. Não bloqueie arquivos para bots e certifique-se de que os links estejam disponíveis. 

Para melhorar o processo de renderização, você pode fazer sua estrutura JavaScript usar a renderização do lado do servidor.

Transformar seu site em um PWA não significa que você melhora diretamente o SEO deste site. Se fizer sentido transformar seu site em um PWA, faça-o, mas não o faça devido aos benefícios de SEO percebidos.

Se você tem um ótimo PWA, está oferecendo a seus usuários uma experiência de usuário fantástica, o que pode fazer com que você fique à frente da concorrência. Nesse sentido, é uma boa ideia analisá-los para sua estratégia de SEO para dispositivos móveis .

Conclusão

Não podemos dizer que o PWA eliminará os aplicativos nativos no futuro. Mas ainda há um interesse crescente por essa abordagem na comunidade. 

Os PWAs ainda estão na infância, com muitos desafios a serem enfrentados. No entanto, eles têm o potencial de criar uma mudança na forma como a web funciona.

E se você tem outras dicas para promover um negócio online, compartilhe nos comentários abaixo!

O post Tendência: o que é PWA? Saiba porque ele é uma ótima estratégia no e-commerce! apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Tendência: o que é PWA? Saiba porque ele é uma ótima estratégia no e-commerce!. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.