Ads Top

A hora do mobile: modalidade gera metade das transações online no Brasil

A partir do momento em que o primeiro smartphone chegou ao Brasil, nossas vidas nunca mais seriam as mesmas. A tecnologia móvel avançou com tamanha velocidade que, desde então, viver sem smartphone é simplesmente impensável. Para milhares de pessoas em todo o mundo, os telefones celulares se tornaram a maneira mais rápida e prática de solicitar diversos tipos de serviços, como pedir comida e, é claro, fazer compras — e essa digitalização só se intensificou com a pandemia.

Hoje, os consumidores estão gastando mais tempo em seus telefones e em aplicativos buscando informações, conexões, produtividade e ferramentas utilitárias e atendendo também à necessidade de se divertir e passar o tempo. Um estudo da Criteo constatou que a modalidade já representa quase metade do total de transações online registradas no Brasil e no mundo. Inclusive, no quarto trimestre de 2020, os varejistas com um aplicativo de compras viram as vendas no aplicativo aumentar de 42%, ante 33% no mesmo período do ano anterior.

Portanto, com a explosão do celular, torna-se mais importante do que nunca para os profissionais de marketing encontrarem seus consumidores onde eles estão. Hoje, uma abordagem de funil completo que segue toda a jornada do cliente, das instalações ao reengajamento e retargeting, se torna cada vez mais necessária para criar valor vitalício com seu cliente.

Abaixo estão algumas dicas de como colocar isso em prática.

Toque em comportamentos anteriores para encontrar o público certo

Campanhas para celular eficazes se resumem a isso: encontrar os usuários certos. Mas para que todas essas estratégias funcionem, não basta simplesmente aplicar essas técnicas a um público geral. É preciso entender que o consumidor no celular nem sempre é o mesmo consumidor que opta por entrar na loja física ou comprar pelo desktop.

Ao direcionar as pessoas que engajaram com sua marca em vários dispositivos, navegadores e canais de mídia social e solicitar que engajem com seu aplicativo, você pode garantir que o uso permaneça estável.

O App retargeting se conecta a um conjunto de dados do consumidor para entender o comportamento anterior de cada usuário. Isso permite que os profissionais de marketing forneçam recomendações personalizadas em cada anúncio, promovendo um relacionamento melhor com aquele usuário.

Dê aos usuários um motivo para voltar

Campanhas mobile de sucesso também precisam ter mecanismos eficientes de reengajamento, ou seja, estar sempre atraindo usuários mesmo após o primeiro contato. Ao acompanhar a jornada do consumidor depois que alguém instalou um aplicativo, os profissionais de marketing podem desenvolver campanhas de reengajamento do aplicativo para os seguintes casos.

Engajar audiências que nunca converteram. Com anúncios personalizados baseados em IA, os profissionais de marketing podem estimular os instaladores pela primeira vez e levá-los à conversão.

Seja reinstalado. Aumente o envolvimento e a receita do aplicativo incentivando os usuários que excluíram seu aplicativo a reinstalá-lo.

Reative usuários que se tornaram inativos. Relembre esses usuários sobre o que eles estão perdendo para inspirá-los a agir. Você pode promover ofertas sazonais, anunciar um upgrade para um produto que compraram anteriormente e muito mais!

Use recomendações personalizadas para impulsionar as vendas

A fase final da jornada do consumidor é crítica para o profissional de marketing: aumentar as conversões no aplicativo. Ao compreender o comportamento em tempo real dos usuários do seu aplicativo, você pode alcançá-los com anúncios dinâmicos hiper personalizados depois que saem do seu aplicativo e trazê-los de volta para a conversão.

Recomende produtos com base em comportamentos anteriores em vários dispositivos — ou itens que um usuário pode ter visto anteriormente ou pode estar interessado. Isso fornecerá uma experiência mais precisa para um consumidor que está perto de fazer uma compra. Os aplicativos são projetados e programados para sistemas operacionais móveis específicos. Ou seja, garantem que sejam executados com rapidez, eficiência e proporcionem uma experiência melhor para o usuário. Por isso, os profissionais de marketing devem garantir que estejam usando publicidade no aplicativo de forma adequada, a fim de impulsionar as vendas neste ambiente.

Permaneça centrado no usuário

É importante observar que os profissionais de marketing hoje estão sendo forçados a se adaptar na forma como incorporam a publicidade em apps em sua estratégia geral. Isso ocorre devido ao anúncio recente da Apple de mudanças em sua solução de ID para anunciantes (IDFA). Esses profissionais de marketing precisarão pensar de forma diferente sobre como e com quem trabalham para atingir seu público em um mundo pós-IDFA.

Dados da Flurry afirmam que, em agosto de 2020, apenas 14% dos smartphones no Brasil rodavam no Apple iOS — em comparação com 86% rodando no sistema operacional Android. O Brasil é menos afetado por essas mudanças devido à falta de participação de mercado da Apple no país. Porém, é muito claro que transparência, escolha e controle são as principais preocupações dos consumidores. Portanto, todos os participantes da indústria precisam manter esses três princípios em mente para operar com sucesso neste novo ambiente enquanto estimula o lifetime value.

De acordo com a App Annie, os downloads de aplicativos no Brasil cresceram 40%, para cinco bilhões de downloads nos últimos três anos. Como esse número continua a aumentar, é fundamental que os profissionais de marketing tenham uma estratégia para orientar os usuários através do funil de compra de aplicativos com sucesso. Lembre-se de que cada jornada do cliente é diferente, o que significa que cada experiência de anúncio também deve ser diferente. Por meio de campanhas personalizadas, os profissionais de marketing podem manter uma base de usuários ativa, aumentar a fidelidade e aumentar o lifetime value.

O post A hora do mobile: modalidade gera metade das transações online no Brasil apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre A hora do mobile: modalidade gera metade das transações online no Brasil. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.