Ads Top

Mídias online e offline: qual a melhor para o seu negócio?

Há algum tempo as ações do marketing e propagandas eram veiculadas exclusivamente nos meios de comunicação tradicional. Entenda como rádio, TV ou em estratégias realizadas em pontos de vendas — como lojas e eventos.

Por esse motivo, era muito comum ver nas ruas panfletos e outdoors com informações sobre a abertura de uma nova loja ou consultório de dentista. 

Com o tempo e a evolução da Internet, as redes sociais e demais estratégias digitais crescem e ganham mais força a cada dia. E isso permite alcançar um número muito maior de possíveis clientes.

Hoje em dia existe a opção de realizar um marketing online e offline, conciliando as vantagens de cada uma dessas ações. E é exatamente sobre isso (e como implementar) que abordarei neste artigo. 

Mídias online e Offline, quais as diferenças? 

A maior diferença entre essas ações é a forma de veiculação. Afinal, a mídia offline trabalha com divulgação de uma marca em meios como o banner, outdoors e panfletos — além de matérias em jornais, revistas, TV e rádio.

De um modo geral, portanto, essas ações são vistas como “interruptivas”, pois podem estar no caminho para o trabalho ou serem vistas no intervalo de um programa televisivo.

Por meio do marketing offline, você consegue divulgar a empresa em um bairro específico, por exemplo, seja para um serviço específico que poderá ser utilizado pela população ou para lojas de roupa em atacado. 

Do mesmo modo, é possível divulgar a empresa para uma grande massa de pessoas, mas sem segmentação mais clara desse público que será impactado por essa mídia.

Já o marketing online alcança os possíveis clientes de modo mais ampliado, por meio de websites, lojas onlines, blogs ou pelas redes sociais. Lembro que é possível metrificar e direcionar melhor onde as campanhas serão veiculadas e quais pessoas atingirá. 

O que é mídia offline? 

Em resumo, as mídias offline são todas as estratégias promocionais que não utilizam a Internet para alcançar o seus clientes.

Sendo assim, por meio dessa ação, a mensagem chegará até os clientes ou potenciais clientes de forma rápida e fácil. Não será preciso a conexão às redes para receber essas informações ou apresentar interesse prévio na marca e em buscas.

Pensando por esse viés, a mídia offline também consegue gerar bons resultados em curto prazo.

Um exemplo são os anúncios em uma rádio local sobre uma lente de contato dental, capaz de atingir milhares de pessoas ao mesmo tempo.

A mídia offline também é muito útil para construir a reputação de uma marca. Você pode usá-la, por exemplo, para as pessoas tomarem conhecimento dos serviços que ela pode oferecer.

Contudo, ressalto que, quantitativamente falando, não há como acompanhar a efetividade dessas ações. Isso porque os clientes podem continuar aparecendo após um tempo — e, para mensurar, é preciso realizar uma pesquisa nos pontos de venda.

Apesar disso, mesmo que inicialmente as pessoas não tenham vontade ou estejam procurando por esses serviços, elas podem sentir desejo ou curiosidade de conhecer o produto/estabelecimento, o que pode aumentar o número de vendas. 

O que é mídia online? 

Essa estratégia é composta por diferentes anúncios e campanhas. Eles dependem da Internet e das ferramentas digitais para serem visualizados pelos clientes de e-commerces ou lojas físicas que integram lojas online. 

Uma das maiores vantagens dessa estratégia é o baixo custo, levando em consideração os custos utilizados pela mídia tradicional. 

Afinal, na Internet não é necessário aplicar um valor significativo para a criação de campanhas, como para banners ou panfletos. 

Do mesmo modo, é possível mensurar os resultados e os custos de forma facilitada. Mais ainda, o custo é pré-determinado ou com previsibilidade, pois existem campanhas que só são cobradas após o clique do possível cliente.

Outro ponto positivo é a variedade de acesso que a mídia online proporciona para e-commerce ou sites para venda de serviços. 

Por utilizar uma transmissão global, a mídia online é uma excelente opção para encontrar clientes de forma efetiva (e segmentada), oferecendo serviços para locais mais distantes.

É claro que no ramo dos serviços, como o odontológico, você não poderá realizar a aplicação ou vender uma lente de contato de dente de forma virtual. Contudo, é possível direcionar o cliente e fazê-lo evoluir no funil de compras.

Com sites ou blogs nichados aos seu segmento de atuação, seja para serviços ou produtos, você pode criar conteúdos com informações relevantes sobre os procedimentos e itens. No caso de um consultório dentário, por exemplo, é possível trazer o cliente para a clínica para realizar a venda de lentes de contato para dentes.

Para a campanha dar certo, entretanto, você precisa estar por dentro das estratégias de marketing digital atuais, como de SEO. 

As táticas SEO possuem uma enorme variedade de informações e metodologias para trazer bons resultados, principalmente pelo uso das palavras-chave.

Ao criar um texto sobre uma lente de contato dental você pode adicionar informações sobre uma prótese sobre implante dentário, por exemplo. Nesse caso, você traz acesso para o conteúdo em si e ao site como um todo, sanando demais dúvidas do leitor.

Qual delas é melhor para o meu negócio?

Qualquer uma das estratégias pode trazer resultados muito positivos. Porém, para escolher uma delas de forma precisa é necessário avaliar o seu público-alvo e entender onde é mais fácil encontrar seu cliente.

Do mesmo modo, muitas vezes conciliar ambas as estratégias pode ser ainda mais efetivo para seu empreendimento. Todavia, terá de analisar a sua necessidade da mesma forma. 

Por exemplo, se seu público-alvo abarca pessoas de maior idade, na casa de 70 anos, o marketing offline se torna a melhor estratégia. Afinal, a frequência do acesso às redes sociais desse perfil é menor.

Se você possui interesse de trabalhar com o público mais jovem, entre 15 e 37 anos, o marketing online trará resultados muito maiores ao seu negócio. 

Ou seja, entre digital e o tradicional, é possível ter sucesso em ambos — e justamente por isso eles podem ser utilizados juntas. 

Não necessariamente você precisa apostar apenas no marketing online ou offline para conseguir bons resultados.

Se você tem uma clínica física, por exemplo, ou uma loja de roupas, você pode realizar o cadastro dos pacientes/clientes. Com isso, consegue o e-mail para encaminhar informações sobre os produtos, promoções ou até novos procedimentos disponíveis.

Se você trabalha apenas no âmbito virtual, divulgar o serviço no site, blog ou nas redes sociais pode trazer um grande número de acessos.

Digamos que um internauta esteja em busca do exemplo que dei sobre uma lente de contato dente. Para que seu site, blog ou informações apareçam nos mecanismos de busca, é importante adotar as estratégias corretas.

Diferente do que ocorre ao panfletar, que apesar de atingir mais pessoas, não há como serem todas impactadas pela ação.

Por fim, a estratégia do seu e-commerce dar certo, é importante que o planejamento tenha sido bem definido desde o início.

Independentemente de onde o projeto será apresentado — para loja física ou virtual —, o importante é criar um bom planejamento de estratégias de modo a suprir as necessidades de seu empreendimento.

O post Mídias online e offline: qual a melhor para o seu negócio? apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Mídias online e offline: qual a melhor para o seu negócio?. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.