Ads Top

Desafios e oportunidades do Pix no e-commerce

O Pix chega ao mercado nacional com grandes expectativas e promete trazer transformações para o mundo do varejo. Após seu lançamento oficial, aproximadamente 34 milhões de cadastros já foram feitos. E, ao que tudo indica, a partir deste mês ele já poderá ser utilizado para transações.

Com isso, muitos empreendedores ficaram na dúvida de como esse novo sistema de transferências bancárias afetará o mundo do e-commerce. Por isso, abordarei neste texto os desafios e as oportunidades para você ficar de olho no Pix!

O que é Pix?

Lançado pelo Banco do Brasil, o Pix foi criado com a proposta de facilitar e agilizar pagamentos e transferências, principalmente entre bancos diferentes. Ele permite às pessoas fazerem essas ações a qualquer hora, nos 7 dias da semana (incluindo finais de semana e feriados) e em uma média de 2,5 segundos.

Com essa nova modalidade, os pagamentos e transferências caem na mesma hora e não precisam de taxas extras para serem realizados — diferentemente dos tradicionais meios como TED, DOC ou boleto.

Além disso, o Pix também busca maior praticidade, já que os usuários podem pagar ou transferir usando apenas o número da chave Pix do recebedor ou o QR Code do estabelecimento. Ou seja, na prática não vai mais precisar de dados como número da agência bancária, conta, CPF, nome completo, entre outros.

Pix: pagamentos entre pessoa física e e-commerce

O Pix chega como uma alternativa aos meios de pagamentos já existentes. Nesse caso, suas transações podem ser feitas por meio do próprio aplicativo dos bancos de cada um de seus clientes. Por isso não é necessário que o cliente tenha que baixar outro aplicativo para utilizá-lo. Para o e-commerce, o Pix será um possível substituto principalmente dos boletos.

Como oferecer o Pix no seu e-commerce? 

Este novo método de pagamentos promete ser tendência entre os consumidores do mundo online. Portanto, é necessário que você procure saber como o seu e-commerce pode fornecer o Pix como opção para seus clientes.

Se você quer oferecer o Pix para seus consumidores, sua loja deve ter uma conta de pagamentos em uma instituição financeira. Ela deve estar conectada à essa solução e você deve selecionar, com o seu banco, a opção de gateway ou de intermediação. Além disso, você precisará integrar a sua plataforma de e-commerce com uma processadora de pagamentos que possua uma extensão ou plug-in.

Quais serão os custos do Pix?

O Pix será gratuito para pessoas físicas. Para as empresas, terá um custo que será definido pelas instituições financeiras que o disponibilizarem. Contudo, esse valor promete ser muito menor do que as taxas usuais do mercado, já que ele vem com uma solução para estimular a concorrência no mundo financeiro.

Assim, para nós lojistas, o Pix pode ser uma opção de meio de pagamento bem mais em conta do que os já oferecidos usualmente. Isso te garantirá uma maior flexibilidade, por exemplo, ao oferecer descontos para seus clientes e realizar grandes promoções.

Como o Pix funcionará nas páginas de checkout do e-commerce?

Durante o checkout, quando a compra for realizada via mobile, o dispositivo exibirá os aplicativos instalados compatíveis com o Pix logo após o cliente escolher essa opção na “Forma de Pagamento”. O comprador, então, deverá selecionar o app do banco. Seus dados digitais serão exibidos para confirmação e ele deverá autenticar com a sua digital ou com a sua senha.

Já nos desktops, um QR Code aparecerá na tela quando o consumidor selecionar o pagamento via Pix. Após isso, o cliente deverá abrir o aplicativo do banco e escanear o código. Os dados da transação aparecerão no celular e o cliente precisará autenticar assim como em compras via mobile.

Grandes vantagens do Pix para o e-commerce

Agilidade entre comerciantes e fornecedores

Assim como o Pix facilitará os pagamentos de clientes para comerciantes, essa vantagem também poderá se estender para o relacionamento com os seus fornecedores. Afinal, como será mais fácil e prático realizar transações, o fluxo de compra e entrega de mercadorias poderá ser mais ágil — e, consequentemente, a produtividade e rotatividade de produtos também poderá ser maior.

Diminuição de desistências

Segundo a ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), 50% dos boletos emitidos não são pagos. Isso porque normalmente os consumidores utilizam o tempo de vencimento para pensarem se realmente irão finalizar a sua compra. Já com o Pix, os consumidores poderão pagar imediatamente o que estão comprando nas lojas online, sem precisar emitir boletos e esperar de 2 a 3 dias para eles serem compensados.

Ajuda em promoções e saldões

Ainda ligado ao tópico anterior, o grande número de desistências em compras por boleto pode prejudicar épocas de liquidações e promoções. Afinal, pode acontecer de ter consumidores que finalizam as suas compras no site, mas acabam não pagando o boleto. Por conta disso, o produto que esse cliente iria comprar fica bloqueado no estoque aguardando a confirmação do pagamento.

Com o Pix, isso não será mais um problema, pois os pagamentos serão feitos e confirmados instantaneamente, confirmando a compra e possibilitando a organização e o controle exato do seu estoque.

Melhora na experiência do cliente

Assim como falamos anteriormente, o Pix foi criado para agilizar e facilitar pagamentos e transações. Dessa forma, o seu e-commerce vai poder utilizar essa rapidez para melhorar a experiência de seus clientes, uma vez que os processos poderão ser mais rápidos e, consequentemente, os consumidores poderão ficar mais satisfeitos.

Isso significa que as lojas virtuais não precisarão mais esperar 3 dias para os pagamentos dos boletos compensarem — e, só após essa confirmação, começar o processo de separação e envio. Como o pagamento cai imediatamente, o andamento de separação, embalagem e envio dos produtos será mais rápido, agilizando o processo de envio e diminuindo o tempo de entrega.

Pix: oportunidade à vista

Deu para perceber como o Pix poderá ajudar e incentivar os clientes do seu e-commerce, certo? No início, acredito que as empresas precisarão educar seus clientes para eles saberem como utilizar a modalidade de pagamento — e para que possam ter conhecimento das suas vantagens de facilidade, rapidez e segurança.

Certamente, esse novo método de pagamento veio para agilizar processos e deixar o mercado ainda mais competitivo. Por isso, saiba utilizar esse sistema de forma estratégica na sua operação e veja suas vendas decolarem.

O post Desafios e oportunidades do Pix no e-commerce apareceu primeiro em E-Commerce Brasil.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Desafios e oportunidades do Pix no e-commerce. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.