Ads Top

Um Guia Minimalista para SEO: Faça em 6 Passos Simples

Um Guia Minimalista para SEO: Faça em 6 Passos Simples

Todo mundo é louco por otimização de mecanismo de pesquisa.

Você precisa aprender. Precisa ter. Precisa fazer.

O problema é que você não tem certeza por onde deve começar e pode ficar louco tentando “acertar”. Densidades de palavras-chave, backlinks, trustrank, vizinhanças, arquitetura de links – quem tem tempo para fazer tudo isso?

Você é um profissional de marketing, não um especialista de SEO. Você não tem coisas melhores para fazer do que deixar isso perfeito?

É claro que tem. Além disso, sejamos honestos: sem dedicar uma quantidade significativa de tempo, dinheiro e energia, você provavelmente não terá muitas chances de conseguir ranking para qualquer palavra-chave com tráfego real.

Mas quer saber um segredo?

Você pode se safar com um SEO mínimo – e também pode conseguir resultados com ele, além de leads em potencial, possíveis clientes e pessoas interessadas.

Sim, SEO funciona, apesar das probabilidades. Se o seu site é pequeno, é até possível terminar em menos de uma hora.

Veja como:

1. Segmente Pessoas Que Estão Procurando por Você

Embora você não consiga ranquear para uma palavra-chave super popular, ainda pode aparecer no topo dos resultados das pesquisas, para pessoas que estão procurando por você ativamente.

Talvez eles tenham ouvido falar da sua empresa e gostariam de entrar em contato. Ou ainda, tenham te conhecido em uma conferência e gostariam de dar continuidade, mas perderam seu cartão de visita. Ou talvez estejam pensando em comprar um de seus produtos e desejem mais informações.

Em qualquer um desses casos, eles provavelmente farão uma pesquisa no Google, e não por palavras-chave gerais. Vão procurar por você, pela sua empresa ou seu produto – que são todos palavras-chave substancialmente mais exclusivas.

Se você é um corretor de imóveis, por exemplo, talvez não consiga ranquear para “imóveis em Charlotte”, mas pode facilmente conseguir um ranking de primeira página para termos como “Hugh Patterson, Charlotte, NC, Hugh Patterson Realty, LLC”, e assim por diante. Eles são muito mais específicos.

Então, como ter certeza de que você não está segmentando um termo com muita concorrência?

Isso leva apenas alguns segundos para verificar. Vamos ver como.

2. Faça uma Pesquisa Básica de Palavras-chave

Especialistas de SEO usam ferramentas caras e poderosas para ajudá-los a escolher e analisar as palavras-chave perfeitas, mas com essa estratégia, não estamos preocupados com perfeição. Estamos apenas tentando ajudar as pessoas a nos encontrar.

Então, veja o que você deve fazer. Se há um termo que você acha que as pessoas podem digitar no Google procurando especificamente por você, vá em frente e digite-o no Google para ver o que aparece.

Para termos populares como “imóveis em Charlotte”, você verá listagens com esse termo no título. Eles estão segmentando essa frase específica e, por ser tão competitiva, provavelmente trabalharam muito para chegar ao topo dos resultados de pesquisa.

Mas para frases menos competitivas, parece completamente diferente. Digite “Hugh Patterson Realty, LLC” e nenhuma das listagens tem essas palavras-chave no título. Isso significa que ninguém as está segmentando.

Elas estão prontas para a colheita. É provável que tudo o que você precise fazer para ranquear para elas são alguns ajustes simples no seu site.

Para entender melhor as palavras-chave que você está segmentando, vá ao Ubersuggest. Lá, você pode ir mais a fundo para entender quão competitivas são as palavras-chave e quais as suas chances de ranquear. É rápido e gratuito. Veja o que você precisa fazer.

Passo #1: Insira sua palavra-chave principal e clique em “Pesquisar”.

Passo #2: Clique em “Ideias de Palavras-chave”, na barra lateral esquerda.

Passo #3: Procure palavras-chave de cauda longa.

Em um mundo perfeito, você poderia ranquear no primeiro lugar para a frase “marketing de conteúdo”. E, embora isso talvez aconteça com o tempo, você deve primeiro se concentrar em palavras-chave de cauda longa.

Existem 419 palavras-chave nesta lista, com mais 12.000+ se você clicar na aba “relacionado”. Isso é mais do que suficiente para encontrar algumas palavras-chave de cauda longa que valem a pena segmentar.

Ao fazer isso, decida-se com base no volume, CPC e SD. Tente escolher palavras-chave com um volume superior a 1.000, um CPC alto (essas palavras-chave convertem melhor), e um SD baixo (dificuldade de pesquisa). Isso aumenta suas chances de ranquear na primeira página e direcionar visitantes para o seu site.

3. Otimize Suas Title Tags

O que são title tags?

São o título da página. Você pode vê-las no topo do seu navegador, na área azul. E, embora possam parecer sem importância, na verdade são um dos fatores mais importantes para o SEO.

A maneira mais simples de lidar com as title tags, é incluir uma palavra-chave e algumas frases descritivas para informar ao visitante sobre o que é a página. Por exemplo:

  • Para sua página inicial, pode colocar, “Hugh Patterson Realty, LLC: Especialista em Atender Compradores em Charlotte, NC”
  • Para sua biografia, poderia usar, “Hugh Patterson: Atendendo Clientes em Charlotte, NC há 15 anos”
  • Para uma listagem, pode colocar “1234 Sharon Road, Charlotte, NC: Casa com Três Quartos, Dois Banheiros e Garagem para Dois Carros”

Você vai conseguir muito tráfego com essas palavras-chave?

Não, mas tem uma boa chance de aparecer para pessoas que pesquisam esses termos específicos. Você pode ser o único site otimizando para eles.

4. Otimize Seus Nomes de Arquivo

Os mecanismos de pesquisa não olham apenas para suas tags de título. Eles também prestam atenção aos nomes dos arquivos das suas páginas e imagens.

A melhor forma de otimizá-los é identificar um tema ou foco para cada página específica. Por exemplo, se você está otimizando para pessoas que procuram um funcionário da sua empresa (digamos, Hugh Patterson), então pode nomear a página como “Hugh-patterson.html” e ter uma foto com nome “hugh-patterson.jpg”.

Porém, seja breve. Um arquivo chamado “hugh-patterson-imóveis-charlotte-carolina-do-norte.HTML” pode ser muito específico, mas dilui o potencial de SEO porque parece besta para os leitores, além de ser quase impossível de alguém lembrar.

Ah, e sobre esses hífens? Definitivamente, use-os. Eles são os separadores mais amigáveis para as palavras nos nomes de arquivos, muito melhor do que juntar todas as palavras em uma linha única ou usar sublinhados.

5. Otimize Seu Conteúdo

Agora que você escolheu uma title tag e nome de arquivo, adicione as mesmas palavras pelo conteúdo da página.

Mas não exagere. Sim, você pode chamar a atenção do Google, mas perderá o interesse de pessoas reais. Eles ficarão desanimados com frases estranhas e estratégias pesadas de SEO. É melhor inseri-las como parte da linguagem natural da sua página e garantir que tudo se encaixe bem.

Bons locais para adicionar palavras-chave incluem títulos e subtítulos, e você pode espalhar mais algumas palavras relevantes pelo resto do seu texto.

Não esqueça de também usar variações diferentes de palavras-chave de cauda longa no seu conteúdo. Isso o ajudará quando as pessoas pesquisarem o que você está postando, mas não usarem a palavra-chave exata.

6. Adicione Suas Meta Tags

O último passo é adicionar meta tags ao seu site.

Por que este passo vem por último? As meta tags não têm mais muito peso nos mecanismos de pesquisa. São boas de se ter, sim, mas não vão fazê-lo ranquear mais alto.

No entanto, elas podem afetar o seu tráfego, especialmente se você criar uma meta descrição convincente. Sua meta descrição é o pequeno texto que aparece abaixo do seu link quando as pessoas recebem os resultados da pesquisa.

Ela não deve ser escrita para mecanismos de pesquisa e sim para pessoas, pois são o seu primeiro contato com visitantes em potencial. Para encorajar as pessoas a visitar seu site, esta mini apresentação deve ser interessante, única e sobre o leitor. Adicione palavras-chave se puder, mas tente escrever um texto rico em benefícios que faça as pessoas pensarem, “Sim! É exatamente isso que eu quero!”

Você tem um limite que poderá escrever para a meta descrição: aproximadamente 150 caracteres. Trabalhe duro para criar o máximo de impacto com apenas algumas palavras-chave que despertam o interesse – mesmo que elas não tenham frases de SEO.

E depois das meta tags, você precisa…

Ah, espere. Terminou.

Não Há Mais no SEO Do Que Isto?

Sim. Muito mais.

Faça uma pesquisa no Google e você encontrará livros, aulas e cursos dedicados ao SEO para estudar em casa. Entre eles, existem centenas de estratégias diferentes que você pode empregar para conseguir tráfego de mecanismo de pesquisa para seu site, e, se você tem o tempo e dinheiro necessários, considere analisá-las.

Mas se você está apenas começando e precisa criar um site rapidamente para que as pessoas possam encontrá-lo, é por aqui que deve começar. Ao completar esses seis passos fáceis, você pode otimizar seu site em apenas 5 a 15 minutos por página, sem uma curva de aprendizado de SEO maluca e frustrante.

Não, o SEO mínimo não te trará muitos negócios, mas vai ajudar as pessoas a encontrá-lo quando estiverem procurando ativamente.

E isso é muito importante.

Sobre o Autor: James Chartrand é o proprietário da principal agência de copywriting e web design, Men with Pens.

The post Um Guia Minimalista para SEO: Faça em 6 Passos Simples appeared first on Neil Patel.

Na próxima semana farei mais um review com depoimento e resenha sobre Um Guia Minimalista para SEO: Faça em 6 Passos Simples. Espero ter ajudado a esclarecer o que é, como usar, se funciona e se vale a pena mesmo. Se você tiver alguma dúvida ou quiser adicionar algum comentário deixe abaixo.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.